Intolerância


O que está acontecendo no país é um momento de intolerância. Não é política não. É geral. Gente que se diz defensora de minorias excluindo o amigo que pensa diferente do Instagram, brigando com a família, oprimindo quem vota no candidato da oposição. Gente que se diz defensora dos “bons costumes” praticando ódio. Tá tudo errado. A gente tá em uma briga que o sujo tá falando do mal lavado (e não to falando dos candidatos tá? Em momento algum aqui quero falar deles! Estou falando dos eleitores).

Me assusta não o extremismo de opinião, mas o ceticismo de opinião. A MINHA opinião é a certa, não discuto e se EU resolver discutir é pra esculhambar. A intolerância não vem de um lado, vem dos dois. Que fique claro. .

Vejam bem: quem vê meus storys sabe que eu adoro política e, ao contrário da maioria dos brasileiros, estou debatendo política sempre nos meus grupos de estudo e amizade. Pela ótica que eu vejo, é totalmente errada a frase que não se discute política, porque POLÍTICA SE DISCUTE SIM. Discute-se política porque é assim que aprimoramos nossa opinião, que nos convencemos de ideias novas e convencemos o outro, é assim que aprendemos mais e que temos a oportunidade de fazer o outro crescer com nossos ensinamentos. A política desperta o melhor de nós. Corrigindo... a política deve despertar o melhor de nós. O crescimento, o diálogo, a cobrança (dos políticos), o conhecimento, a melhora. .

No entanto, o que estamos assistindo é uma discussão política que não contribui em nada! Só destrói! Eu atribuo isso a três coisas: primeiro, porque não estamos debatendo ideias, estamos discutindo a vida de candidatos, a história de partidos. Então a gente nem sabe o que tá dizendo, mas tá dizendo. Nem sabe a verdade, mas tá reproduzindo. Procurem se informar e que seja em fontes imparciais, meu Deus, repito tanto isso! Segundo, porque a gente leva pro lado pessoal. To aqui olhando as histórias e achando ridículo postagens como “se você vota em candidato tal, você é isso”. Terceiro, porque não estamos tolerando o diferente! É totalmente contraditório você aí defendendo a democracia e censurando o pensamento oposto. Dizendo que não é amigo de quem vota em x, dizendo que quem não tem mesma opinião que você é inferior. .

Não sejam assim, meus amores! Sejam pessoas bem informadas, mas que jamais fecham os olhos pra saber um pouco mais, pra ouvir a opinião do outro. Mesmo que você ache errado, o que o outro pensa é útil pra você, nem que seja pra você estudar mais um argumento pra defender suas ideias. Sejam pessoas polidas, que respeitam a opinião diferente e que sabem debater. Eu mesma nem abro a boca pra debater política com quem sabe tudo ou quem quer brigar. Minha opinião eu reservo pra pessoas decentes e que sabem o verdadeiro significado de política. Façam da política um crescimento pra vocês!

Sejam tolerantes com o diferente! O que define seu caráter, muito mais do que sua opinião política (porque quem vota em candidato tal não é isso ou aquilo), é a forma com a qual você lida com o diferente! Pra mim, é isso o que está sendo realmente revelado neste momento. O que me assusta não é quem vota no candidato que não vou votar, mas quem não aceita que eu vote no meu candidato, ou me trate diferente por isso.

Não leve essa culpa


A culpa nos faz carregar pesos que muitas vezes não são nossos. De pouquinho e pouquinho a gente vai levando nas costas o que parecia ser leve, mas que uma hora machuca, dói, sufoca. Chega um momento que pesa tanto que a gente começa a não aguentar mais ficar de pé. Murcha os ombros, depois vai ficando corcunda até que a gente não levou nenhuma queda brusca, mas nos vemos jogados no chão.

Eu percebi isso em um momento da minha vida que tava acontecendo tanta coisa na minha vida, mas eu não sentia vontade de explodir. Pelo contrário, eu me sentia atrofiando. Sentia que estava encolhendo, sendo sufocada pelas coisas do mundo.

Teve uma hora que parei e pensei: peraí! Algo precisa ser mudado! Tirei férias da minha vida pra poder olhá-la por fora e me dei conta de que estava levando todo mundo nas costas: toda a minha família, as angústias que amigos próximos partilhavam, problemas do trabalho e minhas próprias questões. Existiam milhares de situações em que eu me sentia responsável, e por mais que eu me desse por inteiro pra resolvê-las, eu não podia salvar ninguém.

Me levantei com força e me posicionei com postura. Existe um limite para aquilo que posso fazer. Primeiro, troque a palavra “culpa” por “responsabilidade”, pra conseguir enxergar que a maioria daquelas questões não eram minha responsabilidade. Minha ajuda não deve ser dispensada, mas eu não sou responsável pela situação.

Sem duvidas, foi e continua sendo um desafio pra eu conseguir ajudar as pessoas sem me envolver por inteiro a ponto de não fazer bem. Mas vou jogando fora culpas que não são minhas, e lidando com aquilo que é minha responsabilidade sem carregar peso. Uma vida mais leve é uma brisa sorridente que chega sem avisar!

Viva Deus


Às vezes é difícil entender o porquê das coisas e a única coisa que podemos fazer é aguentar firme. Ou não aguentar firme, só aguentar. Saber que Deus tem um propósito em tudo o que faz é o que me preenche, e cheia desse certeza, eu sequer permito que determinadas dúvidas entrem. As tribulações não tiram minha paz; é só esse cansaço de corpo, mente e alma mesmo. Orai sem sessar, orai sem sessar. E repousar tranquila no colo de Deus, com a plena convicção de que Ele cuida. De tudo. Por isso, procuro não focar no passado, não antecipar o futuro nem lamentar o presente. Você poderia, então, me perguntar: o que você vive senão o passado, nem o presente nem o futuro? Eu vivo Deus. Vivo a esperança. De dias melhores? Não. Não estou nesse otimismo todo pra isso. De dias com Deus. Ele basta. Ele basta nas maiores alegrias da nossa vida, Ele basta na maior tristeza que vamos enfrentar. Ele basta. Estou me segurando tão firme em Deus que o louvo mesmo diante das minhas angústias. E se não fosse por isso, eu digo: não aguentava. Firme ou não, eu não aguentava. Minha força é Ele, e nEle, eu repouso, descanso, durmo. Vivendo Deus. Respirando Deus. Sentindo Deus. Amando Deus. Louvando a Deus. Só Deus. Amém.

Obrigado a mim


Sim, eu sei, tem muita coisa na sua vida dando errado. Tem horas que a sensação é de que a gente não serve pra nada. E é normal do ser humano querer sempre mais; olhar pra o que falta, ao invés do que tem. E está certo mesmo, temos que ser ambiciosos, querer mais de nós e da nossa vida. No entanto, isso jamais pode ser motivo de angústia ou desanimo. Todas as vezes que você pensar o que ainda precisa acontecer na sua vida, pense também em duas coisas que você ja tem. A gratidão é um sentimento que pode nos impulsionar de uma forma que desconhecemos. Seja grato com você mesmo. Agradeça pela pessoa que você é e valorize o que faz. Todos os dias. É um exercício obrigatório para quem quer ser feliz. Agradeça todos os dias. A si mesmo. Porque hoje você conseguiu superar o dia. Porque hoje você conseguiu estudar. Porque hoje você tratou as pessoas bem. Porque hoje você cumpriu a dieta. Porque hoje você conversou com um amigo. Porque hoje você foi trabalhar. Porque hoje você está VIVO! Obrigado a mim

Hipermetropia real


 Foi tão fácil perceber a cegueira dela. Tava tão na cara! A vida é mais complicada do que o conto de fadas que ela imaginava. O vilão da história não é feio nem usa roupas pretas; ele está tão perto e é tão bonito que é difícil enxergar. É tudo mais profundo no mundo real, tudo é uma armadilha, tudo é ilusão nessa realidade. E ela não via isso. Eu vi. Eu vejo. E sempre fiquei pensando o quanto ela era cega de viver nas nuvens do próprio céu jurando que estava naquela imensidão que existe fora de nós.

Eu só queria poder dar uma lente pra ela. Uma que a permitisse enxergar de perto, ver com mais nitidez o que todos conseguem ver de longe. Por favor, veja isso. Olhe pra si e pra quem esta exatamente ao seu lado e perceba que nada está certo. Eu só queria que você conseguisse ver o que eu vejo: uma pessoa incrível perdida pela cegueira.

E só espero que quando conseguir um óculos que te ajude, não seja tarde demais.

Uma solidão que é só minha


Quantas vezes me senti sozinha e ninguém apareceu pra me ajudar? Quantas vezes não precisei de ajuda, mas estava rodeada de pessoas?

Uma verdadeira contradição. Na minha cabeça, o que acontecia era que na hora da felicidade, na hora que estamos bem e sociáveis, todo mundo se aproxima, chega junto, quer ser amigo, quer ser feliz. Mas na dor... cada um já tem sua própria dor, não tem que sentir a dor do outro, né?

Só que eu percebi que não é bem assim. É assim, um pouco assim, mas um tanto diferente. De fato, quando estamos em um momento bom de vida atraímos mais pessoas para nosso convívio, pois ficamos mais atrativos. A gente sai mais, conversa mais, diverte mais, cativa e aceita a companhia do outro.

Por outro lado, quando estamos em momentos tristes ou difíceis, ficamos introspectivos e, querendo ou não, isso afasta um pouco. Mas além disso, o interessante é perceber que certas coisas não são compartilháveis. São íntimas e caracterizam batalhas pessoais que só podemos enfrentar sozinhos e ao superar esses obstáculos, ganhamos forças.

Certos fardos que levamos não temos como dividir com ninguém. Por mais que a gente queira e que o outro queira ajudar, determinadas coisas são nossas; só nossas. E precisamos passar por essa solidão para reforçar nosso “eu” como pessoas resilientes, fortes e independentes.

Por muito tempo eu sofri com essas contradições da vida e me custou perceber que, quando estive sozinha enfrentando meus problemas, era porque aquela era a MINHA dor, e eu precisava viver e superar por conta própria pra conseguir dar a volta por cima. E quando eu me via rodeada de amigos sem “precisar” daquele apoio tamanho, era exatamente o momento que eu necessitava de amigos e Deus, como bom pai, já mandava anjos antes mesmo de eu sentir a solidão chegar.

De fato, algumas contradições da vida jamais vamos compreender. Basta entregar na mão de Deus que ele saberá quais batalhas lutaremos sós e quais batalhas contaremos com amigos. Entretanto, de uma forma ou de outra, não podemos esquecer que nas nossas amizades e na nossa solidão habita Deus.

Para quando duvidarem de você.


Deixe que duvidem de você. Você não controla o pensamento das pessoas, e elas têm o direito de pensar o que quiser. Entretanto, jamais deixe que isso interfira na sua vida. Ninguém pode limitar o que você é e o que você quer, e isso depende exclusivamente de você.

Por isso, viva sua vida do jeito que só você sabe viver. Não espere que ninguém aceite isso ou confie em você. Temos essa necessidade de ter credibilidade com pessoas que não tem nada a ver com nossas vidas. Chega disso!

Quando não acreditarem em você, lembre que só você sabe da sua capacidade e a única pessoa pessoa que é essencial acreditar, é você mesmo! O resto é resto e não nos define em nada. O privilégio de te definir é exclusivamente seu!

Por isso, não se incomode com o pensamento das pessoas. Não deixe que isso interfira no seu “eu”. Pensamento ruim só deve contaminar quem pensa! Cada um que morra com seu próprio veneno.

F5 da vida real


Meu desejo hoje é poder recomeçar. Dar um F5 na minha vida, apagar meus erros, os traumas que a vida causou em mim e todas as vezes que machuquei alguém ou saí machucada.  Eu sei daquele papo que a gente aprende com os erros, mas eu dispensaria certos conhecimentos que tenho hoje de experiências que tive em troca de ter acertado. Acertado e não me magoado.

Às vezes eu me olho e penso que certas coisas não tem mais jeito que resolva, mas entro em um paradoxo redundante de ser tão nova e ainda ter tempo pra mudar. Mas entendam que mudar não desfaz o passado, e é sempre muito trabalhoso voltar atrás de tudo o que já está estragado. Eu. Só. Queria. Zerar. Minha. Vida. Sei que não posso. Mas queria.

Então, minha luta diária é pra me adaptar ao que já construí e já destruí. Quando dou de cara com o arrependimento, lamento alguns instantes, mas fico procurando brechas pra sair do buraco das lamentações. E quem sabe algum dia eu me depare com uma alternativa que me ajude a seguir em frente (sem olhar pra trás), sendo quem sou HOJE, não um mero reflexo de quem já fui.

Explicando sentimentos


Eu te amo. E não quero deixar de te lembrar isso nem mesmo um dia, ainda que você já esteja lembrado.

Desculpe se isso parece mundano, às vezes expressar sentimentos me parece passageiro. Isso jamais constituirá prova em processo por dano afetivo. Traduzindo: por conta dessas palavras, você não vai poder pedir um pouquinho mais de amor.

No entanto, minhas palavras são como fotografias de dentro de mim. São a infinitude de um momento que dura apenas um segundo. Então, se um dia, bater à porta do meu coração pra mendigar amor, apele através do seu sorriso. Não me mostre palavras porque elas são fúnebres, mas queria me contagiar com seu calor, com seu olhar.

Mas já deixo como um aviso: tenho estoque de amor por você pra uma vida inteira. Então, já te fique sob advertência: você não vai se livrar de mim. Se você me amar de volta, serei a sua amante. Se não mais me quiser, serei a ex que vai te perturbar a vida inteira. Mas de uma forma ou de outra, vou te amar. Pra terminar, fora temer. Eita, quer dizer, te amo!!

Escolha amar


Ele sabe o número do meu CPF e a senha do cartão. Ele sabe também que, pra mim, a coisa mais prazerosa a se fazer na cama é dormir. Sabe, até, que odeio acordar em vão, mas quando lhe dá vontade ele me acorda no meio da noite pra pedir um carinho. Eu o amo mesmo assim.

Ele conhece minha voz de sono e sabe que quando falo manhosa eu quero carinho. A mulher mais criança do mundo e ele há de me amar. Raramente me vê de maquiagem, e com a primeira abertura de olhos da manhã ele já diz que estou linda. Queria que fosse verdade, que fosse fácil acordar radiante, mas sou assim aos olhos dele.

De todos os questionamentos e filosofias que fazemos sobre o amor, o que eu posso te falar é que ele não é uma coisa só. Existe o amor sentimento, que é aquele que sentimos na paixão, no ardor do sorriso. Existe o amor decisão, que sentimos na angústia dos momentos difíceis e na mesmice do dia-a-dia. Amar é uma escolha que fazemos no pico da vida e levamos para os buracos mais profundos de se chegar.

Sem duvida alguma, amar é uma decisão difícil, mas que torna tudo mais fácil a medida que qualquer sorriso é multiplicado e qualquer dor é compartilhada, ficando, o peso, mais leve. Escolha amar.

Depressão


O sol está lá fora. Hoje, a felicidade é vista da porta pra fora. A visão é turva, distorcida, não é real. Não vale um real. Os sentimentos são uma invenção humana para criar a depressão, que é uma invenção humana para fermentar a indústria de remédios. E assim seguimos cada vez mais doentes e sadios, observando a felicidade de fora e a angústia de dentro.

Nunca estivemos tão felizes para o mundo e tão tristes pra nós mesmos. Quando foi que aprendemos a sorrir por fora sem sorrir por dentro? A gente assiste todo mundo ser feliz sem saber como conseguir aquela felicidade. Sem saber que aquilo não é felicidade. Sem saber que aquela felicidade é só embalagem cobrindo um vazio.

Sou mais eu - com você


Você, por tão pouco, se tornou muito. E eu falo isso de coração; ele se alegra ao te ver. Eu te amo e quero que grave isso em você. Também que me deixe repetir todos os dias, pois é a primeira coisa que penso quando acordo: eu te amo. E quero te amar por mais amanhã e por todas as manhãs que Deus me permitir viver.

Depois que você apareceu, mora em mim (além de você) essa vontade insana de te fazer feliz. É irreal. Dentre tantas outras coisas que eu sou quando estou com você (a mulher mais linda do mundo, a ganhadora da mega da virada, a cantora com a voz mais doce - e Marilia de Dirceu), eu sou melhor. Você me faz querer ser melhor e isso é uma das coisas que eu mais gosto em você. Você é tão maravilhoso que merece um alguém tão além de mim, mas ao mesmo tempo eu não deixaria você ir, então eu preciso - tentar - ser esse alguém. Você me faz querer ser uma pessoa melhor. E, isso poderia bastar pra mim.

Mas você é mais. Você ainda é mais. Eu estou apaixonada por você, eu sou apaixonada por você, eu sou sua. Faça o que quiser. Mas dentre todas as possibilidades, escolha me amar de volta. Escolha dar voltas no meu corpo com seus braços. Escolha a simples versão de mim, que juro que é honesta em cada segundo que passa com você, inclusive nos minutos que gastou pra escrever essas minúcias.
Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design