Para ler: 6 livros brasileiros


A língua brasileira me encanta. Admito que a maioria dos livros que já li são estrangeiros, e que temos ótimos escritores por aí afora, mas são os brasileiros que ganham meu coração. Por mais que as traduções sejam cada vez mais aperfeiçoadas e cuidadas, ler o texto na língua de origem é um prazer que não se traduz. Talvez, com um olhar mais inocente sobre a língua e a cultura, não se perceba a diferença, mas ela existe. Ariano Suassuna deu uma entrevista (ele é engraçadíssimo!) em que ele falou da sua admiração pela nossa língua. Ela é incrível em sua riqueza, beleza e diversidade... E como é verdade! Claro que ele ironizou um pouco o exemplo que deu (glass of glass kkk), mas pensando bem, é verdade!

Fora essa questão da língua, precisamos valorizar os talentos que temos aqui. Seja Machado, Mario, Clarice ou Ariano, seja Clarissa, Paulo, Augusto ou Thalita (coloquem meu nome também). Eu adoro pegar um livro e poder folhear uma realidade tão próxima a minha, ou mesmo que distante, já vivida aqui pertinho. A verdade (verdadeira) é que precisamos explorar mais os livros. O mundo literário é imenso, mas só olhamos para aquilo que ta na entrada da livraria.

Bom, depois de falar o que eu tava afim, para quem quer se apaixonar (mais ainda) pela nossa língua e por aqueles que representam o viver dela, selecionei 6 livros que já li ou estão na minha wishlist para compartilhar com vocês. Tem desde poesia com Gregório e crônicas com Bruna até fatos, curiosidades e observações muito interessantes sobre psicopatas com Ana Beatriz (to louca pra ler!). Todos escritos por talentos brasileiros que nos permitem viajar em páginas que cheiram verde e amarelo.



Para Todos os Amores Errados - Clarissa Corrêa
O amor é o sentimento mais indefinível e intenso que pode ser vivido. Profundo ou superficial, complexo ou simples, verdadeiro ou passageiro, ele atinge e muda tudo sem precedentes. Porém, momentos de pura paixão também podem ser dramáticos e dolorosos, quando dois corações não conseguem se entender. Em Para todos os amores errados, lançamento da Editora Gutenberg, a redatora publicitária e blogueira Clarissa Corrêa escreve sobre as desilusões de um romance avassalador. Famosa por ter um de seus textos lido ao vivo por Pedro Bial, no programa Big Brother Brasil, Clarissa é certeira, indo direto ao ponto por meio de relatos sinceros, que recheiam o livro e dão uma pitada diferente no modo de pensar o amor. Entre os altos e baixos do fim de uma relação amorosa, a história é contada e sentida a partir de desabafos escritos em primeira pessoa, os quais, segundo prefácio assinado por Pedro Bial, “baixa a calcinha dos homens e mostra a cueca das mulheres”. Cheio de citações a personalidades do cotidiano atual, o texto adquire um tom de veracidade e aproximação a cada página, criando uma intimidade até mesmo cômica com que já sentiu ou passou pela mesma situação, em que o amar e ser amado não é responsabilidade de um só.

Ligue os Pontos - Gregorio Duvivier
Com mais de 400 milhões de visualizações em pouco mais de um ano, os vídeos do coletivo Porta dos Fundos transformaram a maneira de fazer rir no Brasil. Um dos maiores responsáveis por esse sucesso é sem dúvida o ator e roteirista Gregorio Duvivier, que tem revelado grande habilidade em transformar a tragicomédia da vida contemporânea numa provocativa salada de gags que misturam absurdo e realidade. Ligue os pontos mostra que, para além da prosa humorística, o tratamento lúdico das palavras pode render poesia de qualidade. Refinada no curso de Letras da PUC-Rio — e elogiada por autoridades como Millôr Fernandes, Paulo Henriques Britto e Ferreira Gullar —, a escrita poética de Duvivier tem foco na importância descomunal dos momentos insignificantes do cotidiano. Flashes pungentes e irônicos da adolescência — o autor é um expoente da “geração do bug do milênio” —, o mistério da criação, as palavras e suas relações inusitadas, a experiência do amor vivido enfim como gente grande, a transitoriedade de tudo: tendo a geografia sentimental do Rio de Janeiro como pano de fundo, a constelação de poemas de Ligue os pontos revela uma dicção marcadamente individual, que flerta, contudo, com o melhor da tradição carioca nonchalante, e extrai do dia a dia compartilhado imagens de desconcertante beleza.


A Menina que Colecionava Borboletas - Bruna Vieira
Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.

Mentes Perigosas - Ana Beatriz Barbosa Silva
Eles podem ter várias faces. Disfarçados de pessoas de bem, ocultam o que realmente são: seres calculistas, manipuladores e insensíveis aos sentimentos alheios. Eles são os psicopatas, uma ameaça real e silenciosa. Esvaziados de emoção, são capazes de passar por cima de todos para satisfazer seus objetivos. Em Mentes perigosas, a dra. Ana Beatriz Barbosa Silva revela esse sombrio transtorno de personalidade que acomete cerca de 4% da população mundial e mostra ao leitor como se prevenir. Sucesso editorial com mais de 600 mil exemplares vendidos, esta edição revista e ampliada inclui análises sobre eventos recentes, como os casos Isabella Nardoni e Eloá Cristina Pimentel.


O Vendendor de Sonhos - Augusto Cury
Um homem desconhecido tenta salvar da morte um suicida. Ninguém sabe sua origem, seu nome sua história. Proclama aos quatro ventos que a sociedades modernas se converteram num hospício Global. Com uma eloqüência cativante, começa a chamar seguidores para vender sonhos. Ao mesmo tempo em que arrebata as pessoas e as liberta do cárcere da rotina, arruma muitos inimigos. Será ele um sábio ou um louco? Este é uma romance que nos fará rir chorar e pensar muito.

Não Se Apega Não - Isabela Freitas
Desapegar: remover da sua vida tudo que torne o seu coração mais pesado. Loucos são os que mantêm relacionamentos ruins por medo da solidão. Qual é o problema de ficar sozinha? Que me desculpe o criador da frase “você deve encontrar a metade da sua laranja”. Calma lá, amigo. Eu nem gosto de laranja. O amor vem pros distraídos. Tudo começa com um ponto-final: a decisão de terminar o namoro de dois anos com Gustavo, o namorado dos sonhos de toda garota. As amigas acharam que Isabela tinha enlouquecido, porque, afinal de contas, eles formavam um casal per-fei-to! Mas por trás das aparências existia uma menina infeliz, disposta a assumir as consequências pela decisão de ficar sozinha. Estava na hora de resgatar o amor-próprio, a autoconfiança e entrar em contato com seus próprios desejos. Parece fácil, mas atrapalhada do jeito que é, Isabela precisa primeiro lidar com o assédio de um primo gostosão, com as tentações da balada e, principalmente, entender que o príncipe encantado é artigo em falta no mercado. Isabela Freitas, em seu primeiro livro, narra os percalços vividos por sua personagem para encarar a vida e não se apegar ao que não presta, ainda assim, preservando seu lado romântico.

Quem tem mais alguma sugestão compartilha! Quero que essa minha wishlist só cresça! 

Sinopses: Saraiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design