Amor é piada

 "Amor é piada."

Foi uma frase que escrevi ontem. Saiu de forma espontânea enquanto trabalhava no meu novo livro. Simplesmente foi, e quando eu vi, já estava escrita, sem pensar muito. Depois de grafar na folha, fiquei observando, curiosa, pensando no motivo de eu ter escrito aquilo. Por que?  Atentei a cada palavra, a maneira que escrevi, a força que usei na caneta e meu estado mental naquele momento. O "entrar" em um personagem que prometi formar hoje pela manhã com cuidado, principalmente depois de ter escrito isso. Comecei a tentar refletir o que estava "pensando" o meu inconsciente ao externar algo tão profundo assim; tão profundo que eu nem sabia que existia.

Automaticamente me veio a mente algo que escutei dois anos atrás: "O amor não existe". E outra que escutei de uma pessoa diferente nessa mesma época: "Amar é uma decisão".

Sou consciente de que nossa visão de mundo depende daquilo que já vivemos. E que quando se trata de sentimentos tudo fica mais complicado. Mas sempre achei interessante isso de negar a existência das coisas... o fato de levantar uma problemática sobre algo já confirma que aquilo existe. É mais ou menos isso que penso do Ateísmo. Enquanto isso, existe um outro lado da moeda em que o amar é visto como uma decisão, algo tão certo que se eterniza.

Enquanto alguns se convencem de que não há amor, outros estão convictos dele. Ama-se porque escolhe-se amar e leva-se essa escolha até o fim. No entanto, o interessante em tudo isso é que escrevi que o amor existe. E ele é uma piada.  Ao procurar com calma o que é uma piada encontrei na wikiUma piada ou anedota é uma breve história, de final engraçado e às vezes surpreendente, cujo objetivo é provocar risos ou gargalhadas em quem a ouve ou lê.

Depois disso, localizei o sentido de amor usado no meu livro para concluir, usando meu consciente, o que eu quis dizer com aquilo. E então percebi que o significado é lindo. O amor é aquilo que nos faz rir, aquilo que nos deixa sorrir todos os dias mesmo que tenhamos outros diversos motivos para não fazê-lo. Sim, o amor é uma piada. Porque eu não quero um amor sério, eu quero que o amor me faça sorrir, e mais ainda, eu quero ser essa pessoa que vai fazer alguém sorrir. Por amor.

Minha irmã adora contar piadas e uma vez ela me contou uma enquanto eu estava triste. Eu ri. É a piada que tem essa capacidade de arrancar uma gargalhada boba assim, do nada. Mas isso foi só uma metáfora. O amor é o motivo. É o que nos faz feliz diante do dia-a-dia, mas também diante das piores e das melhores situações que passamos. Então quero sair por aí contando piadas também, provocando os melhores risos.

"Naquela época eu achava que estava sofrendo por amor.
Pensava: "Eu nem se que merda é essa"
Depois descobri que a gente não sofre por amor.
Todo mundo fica dizendo isso, que amar alguém dói. 
Mas isso não é verdade.
Coisas ruins vão acontecer em sua vida, as pessoas vão te machucar, desrespeitar você, brincar com seus sentimentos...
Mas você não deve usar isso como uma desculpa,
Solidão dói.
Rejeição dói.
Perder alguém dói.
Inveja dói.
Todo mundo pega esses sentimentos e confunde com amor.
Mas na realidade,
o amor é a única coisa neste mundo que encobre todo o tipo de dor.
Quando você está amando alguém você nem quer ir dormir,
porque a realidade é melhor que o sonho"
Ique Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design