Viagem: Foz do Iguaçu


Meu Deus, nunca tive uma viagem tão cansativa quanto essa! Foi menos de 1 semana fora, mas eu andei tanto que valeu por ter passado 1 mês viajando! A viagem de Foz é incrível, mas tem muito chão. É natureza por todos os lugares, é um contato muito grande com o verde. Tinha horas que eu parava para apreciar a paisagem e a vida inteira parece valer a pena, sabe? Foi incrível, de verdade. O lugar é belíssimo!

Eu viajei com minha tia Fernanda, que é mais para uma amiga pra mim. Chegamos lá e como era de noite, formos direto para um barzinho! Tinham dois bares famosos pela região: Capitão Bar e Rafain Chopp. Ao contrário da minha viagem à Disney ano passado, dessa vez resolvemos contratar uma empresa especializada em turismo para levar-nos aos lugares, no entanto, isso não nos impediu de ir a outros lugares que não estavam no roteiro, pois os horários dos grupos limitavam muito. Escolhemos um hotel no centro e de taxi (era barato), ônibus ou mesmo a pé chegávamos a todos os lugares que queríamos. Pizza Hut, os bares, supermercado, McDonald's. A cidade não é grande nem perigosa. Não ficamos dando bobeira na rua, claro, mas não soubemos de nenhum problema com assalto.



Na primeira manhã, formos com a guia para um passeio chamado Macuco Safari. Ficamos sem celular por lá devido a água, pois corria o risco de nos molharmos (E MUITO!), então ficou na bolsa. Foi o passeio mais caro, mas o melhor. Eu me senti como em um parque de diversões. Depois, tirei a foto da que o fotógrafo do passeio estava vendendo, por isso está sem qualidade Mas só para vocês verem como é linda a vista do passeio. Foi nosso primeiro contato com as Cataratas.



Depois, seguimos para realmente visitar as Cataratas do Iguaçu pelo lado do Brasil. Andamos bastante, subimos muita escada, mas em todo o percurso tinha muita natureza. Inclusive borboletas super dóceis. O que eu achei mais interessante é que durante o caminho, vamos vendo as cataratas cada vez mais de perto. Foi difícil escolher só duas fotos para colocar aqui porque a cada passo que eu dava a vista ia ficando mais bonita e eu tirava mais mil fotos (haha prometi que traria mais fotos no post da minha ultima viagem e cumpri)! Além do lado brasileiro, também tem o lado Argentino das Cataratas. São bem diferentes. No lado da Argentina, as fotos ficam o caminho quase todo guardadas para a Garganta do Diabo. Vale a pena visitar os dois lados.





Outro lugar bem legal para visitar é a Usina de Itaipu. Infelizmente, formos lá com a guia para visitar a hidrelétrica e quando chegamos lá descobrimos que tinha muuuita coisa pra fazer. Não tivemos tempo de fazer tudo, infelizmente tivemos que escolher. Foi uma pena mesmo. Tinha uma trilha, um show de luzes na hidrelétrica, o planetário, passeio panorâmico... O nosso grupo foi embora e resolvemos ficar. Minha tia queria ver o show e eu queria ir para o planetário. O show de luzes acontece poucas vezes na semana e por isso estava lotado. Acabou nós duas no planetário, eu vi a Lua, foi perfeito, eu amei! Queria ter aproveitado mais as atrações de Itaipu. Tem um passeio que você visita toda a usina e pode tirar uma foto na linha que divide Paraguai e Brasil! Um rapaz que conheci lá me mostrou e eu fiquei morrendo de vontades, mas não tive oportunidade de voltar. Almocei em uma das paradas do passeio e tinha uma vista maravilhosa!



Tem o Marco das Três Fronteiras, um lugar só para tirar foto mesmo. Do mirante, é possível ver a Argentina e o Paraguai. No mesmo passeio em que visitamos este lugar, estava incluso a visita a um templo Islâmico (que colocávamos uma burca pra tirar foto e pronto, não curti) e um Budista. Eu entrei no clima da calma do Templo Budista! Gostei bastante.



(Pau de selfie melhor coisa para tirar foto turística sem depender de ninguém)

O Paraguai é parada obrigatória na viagem. Compras!! Eu pensava que lá só tinha coisa falsificada e de má qualidade, mas no shopping e em um lugar chamado Monalisa, as coisas são todas originais. Você pode comprar em real e também em dollar. O preço (em dollar) é o mesmo de compras nos EUA. Pena que o dollar estava alto e eu não aproveitei por conta disso. Na rua as coisas são falsificadas e as pessoas ficam em cima de você para comprar produtos e ajudar a segurar sacolas. Isso foi muito desagradável.

A argentina também é um lugar obrigatório na viagem para Foz do Iguaçu. Fui várias vezes lá e não precisa ter passaporte. Lá tem um Duty Free que também dá pra fazer compras exatamente como nos EUA (em dollar, real ou peso argentino). Cheguei a conclusão de que a região era muito abençoada com compras mesmo!! Tem também uma feirinha com coisas bem típicas da região (nunca vi tanta azeitona na vida) e um cassino em um hotel que rende muitas fotos legais (o cassino não, o hotel. Não pode tirar foto no cassino). Além disso, na Argentina tem um bar de gelo (você paga e tem 30 minutos de bebida de graça em um lugar todo de gelo) que é mais um lugar para tirar fotos, então não esqueça o celular e a máquina no hotel como eu fiz.



Tem muitos outros lugares para visitar em Foz, como um zoológico muito agradável que tem cobras, corujas, araras, tudo muito bonito. O interessante é que as aves ficam em uma "gaiola" gigante que você pode entrar e ver bem de perto elas voando. É lindo!

Agora a grande questão: A viagem está recomendada?

Sim, claro, super, obvio, recomendadíssima!! É uma viagem para quem tem fôlego e gosta de natureza (acho que mesmo aquelas pessoas que não são apaixonadas vão gostar). Só não levem crianças, pelo amor de Jesus, pois não tem nenhuma atração e as crianças só fazem chorar. De verdade, teve um dia que tinham dois casais com crianças e os coitados dos meninos choravam tanto. Quanto as pessoas de idade, também dá pra aproveitar os pontos turísticos, mas é preciso reservar um horário para descansar. É uma viagem emocionante, fascinante, em que temos o prazer de nos deliciarmos com o espetáculo da natureza!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design