Já sei de tudo!


Ontem me deparei com uma situação interessante: estava conversado com um amigo e conversa vai, conversa vem, ele disse uma coisinha que ficou na minha cabeça o dia inteiro. Nas exatas palavras, ele disse que já sabia de tudo. Na hora da conversa, claro, eu me calei. Não queria discutir com alguém que já sabia de tudo, principalmente na minha pequenez; uma pessoa que sabe de nada não teria nem o que argumentar com uma pessoa que atingiu o ápice da sua sabedoria.

Mais tarde me lembrei de um cara que tinha uma mente brilhante que disse o oposto desse meu amigo: Só sei que nada sei. Dentre as tantas coisas que Sócrates falou, pra mim, este é o clímax da sua genialidade; reconhecer que não importa o quanto de conhecimento a gente tenha, ainda sim, não sabemos de nada.

Além da inteligência de Sócrates, ainda conseguimos ver, de maneira clara, sua humildade. Em outras palavras, a humildade é uma grande virtude de quem escolhe ser pequeno. E essas pessoas que escolhem a modéstia são grandes naturalmente, porque reconhecem sua insignificância diante da imensidão do mundo.

Incrível é como o sentimento de autossuficiência consegue nos dominar de maneira tão fácil. Com o pouco que temos (seja de conhecimento, amigos, bens) já nos sentimos maiores, melhores, mais importantes, mais felizes, mais espertos, mais inteligentes, mais. Com isso, acabamos nos fechando para as possibilidades que ainda surgirão pela frente, porque não precisamos aprender mais nada, já sabemos de tudo. Nos tornamos pessoas fechadas e dessa forma, pessoas desinteressantes porque não há nada que você possa contribuir com o mundo dessa pessoa. E não há nada de interessante em conversar com pessoas assim.

Eu vou na ideia de Sócrates e digo o mesmo: eu não sei de nada! E quanto mais que eu aprendo, mais tenho a aprender. Isso porque eu sou a favor de que a vida seja um eterno aprendizado, uma constante troca de saberes em que cada pessoa que passa pela nossa vida tem um pouco a nos ensinar, mas também um pouco a aprender. Não há nada melhor do que conversar com uma pessoa e sentir que vocês estão, de forma recíproca, sabendo não saber.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design