N&W: Já comecei uma vida nova (antes do ano novo)


Ná,

Demorei para responder porque sou difícil. Não precisava responder rápido, Natália! Deixa de neura. Tenho um celular com whatsapp e quando eu quiser que você responda rápido é para ser por lá, pelo amor de Deus. E por favor, preciso que ative seu visto por último e poste mais fotos no instagram. Eu amei a decoração do seu apê! Só gostaria que pedisse mais a minha opinião...

Você é burra porque o Natal é uma data óbvia para voltar para casa. Vou dar um desconto porque eu sei que você é bem lentinha. Eu passei na sua casa na véspera de Natal, umas 22:00 e sua tia Hebe ainda não tinha chegado (ainda bem!). Foi meu presente de Natal não vê-la (inclusive os correios ainda não entregaram o seu e você me deixou na obrigação de colocar um pra você e como eu sou uma ótima amiga eu paguei sedex). Seu irmão estava jogando videogame kkkkk em pleno Natal!!!

Sua mãe me obrigou a comer uma sobremesa lá (disse que eu estava muito magra) e sua vó me deu uma presente! Beijo no ombro, era dinheiro. Amo esse tipo de presente. Ganhei dinheiro da sua vó, da minha, da tia Sandra e da minha prima idosa. Foi maravilhoso. Tô quaase largando o emprego e vivendo de Natal. Fazer uma festa de Natal todo mês.

A propósito, eu estou bem diferente sim. Brinquei com as crianças, parei para pedestres atravessarem a rua mais de uma vez em um só dia e emprestei uma saia jeans para minha irmã usar em uma confraternização com as amigas frescurentas dela. Estou ficando uma mocinha. A verdade é que o que eu mais gosto em você é que você me estimula a ser uma pessoa melhor. Sempre. Sem você aqui, eu me sinto na obrigação de ser tão boa quanto você é. Essa cidade precisa de um bom coração. Como você não está aqui, essa tarefa cabe a mim. Somos um só, você é a parte boa e eu a louca. Às vezes podemos inverter isso. Eu te desafio a fazer uma loucura.

Tenho que te contar da queda que levei no shopping! Só tinha 1 salto vermelho e era do meu tamanho e uma mulher queria pegar ele, e eu queria fazer aquelas confusões que nem Black Friday de filme americano, mas no Natal esse espírito de "eu vi primeiro, sai vadia, é meu" já tem passado. Não deu pra brigar, então só fui andando de costas e cerrando os olhos para a mulher, até que tropecei em uma pilha enorme de caixas de sapato e cai no chão. Todo mundo olhou e o pior de tudo é que vieram dois rapazes e um vendedor preocupados pra me ajudar. Que mico! Fiquei com vontade de morrer.

Odiei o fato de você estar me substituindo pela Marina. Tipo, eu nem conheço, mas já odeio ela. Não se meta com esse tipo de gente, na verdade, não se meta com nenhum tipo de gente. Quando você quiser interagir, entra naqueles sites que a pessoa desenha algo e você tem que adivinhar.

Eu não acabei com Pedro. Também não conversamos. Seria bem mais fácil se você estivesse aqui. Todo mundo sabe que nosso relacionamento era a três. Nós não funcionamos sem você, nossa juíza. Vamos ver o que podemos fazer agora. Qualquer coisa te aviso.

Ansiosa para o ano novo! Vi no meu horóscopo que ano que vem vou ganhar muito dinheiro (já começou com esse Natal, né?) e quero que tudo de bom aconteça comigo. Vou vestir dourado (dinheiro) com branco (porque paz nunca é demais) e na bolsa vou deixar um livro (último ano de faculdade), um avião que peguei nos brinquedos do meu primo (que venham viagens) e ainda estou pensado o que posso colocar pra o amor prosperar. Te desejarei feliz 2016 por telefone.

Colar de beijos,

Wanessa

N&W é uma coluna que mostra a troca de e-mails de duas amigas que eram inseparáveis, até que Natália se muda para longe em busca de seus sonhos e Wanessa fica com a saudade na palma da mão. Mais>>

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design