Ainda somos jovens


Ainda somos jovens.
Ainda gritamos, torcemos, festejamos sem motivos
Ainda rimos por bobagem e conversamos por horas
Ainda somos uma gargalhada no bar e amamos infinitamente
dentro de contados segundos.
Temos uma história pra contar.
Temos uma história pra viver.
Somos intensos, quentes, somos o futuro e o agora.
Errantes certeiros e aqueles que buscam o que é verdadeiro
Somos a esperança e a luz
Somos jovens.
Os que choram e festejam em uma mesma noite
Somos a madrugada inteira, somos o nascer do sol e da esperança
Juventude
Somos o carnaval, e fazemos um carnaval todas as outras épocas do ano
Viajamos em casa e trocamos as roupas da mala por tempo
Trocamos tudo por tempo
Porque querermos ser eternamente jovens
Eternamente espessos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design