Me deixe entrar


Por que a gente não senta uma hora dessas naquela praça perto da sua casa pra ter uma conversa à toa? Por que não passamos na cafeteria cara perto do shopping para que você fale sobre você? Por que não viramos uma noite no FaceTime pra que eu possa fazer você sorrir? Por que você se fechou tanto pra mim?

Quando a gente se isola demais com medo de se machucar, acaba machucado pela solidão. Eu sem bem disso, porque já vivi algumas desilusões de amor (que são esses momentos que a gente descobre que ainda não é amor o que a gente sentiu) e sei que nada parece real. Mas eu sou real, e venho com toda a minha sinceridade te ajudar a reparar o seu coração. Tentar encontrar esse amor que todos falam que existe, todos procuram.

Se deixe amar e ser amada. A gente só sabe se o amor chegou se experimentar. O erro faz parte do acerto e as cicatrizes são naturais em um coração de carne. Viver é deixar-se ser machucada mesmo sem nunca ter a intenção de machucar. Preciso que me deixe entrar, tire essa barreira que vive apoiada nos seus medos e me deixe ser a sua coragem.

Largue essa mania de achar que tudo vai doer. O verbo aqui é outro: amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design