Para minha irmã mais nova


Quando nasce o segundo filho, principalmente com idade próxima do primeiro, os pais são recomendados a incluir o primogênito nos cuidados com o bebê. Tem que ajudar a dar banho, colocar pra dormir, fazer carinho... Já fui muito essa irmãjudante, é a irmã ajudante. Depois o bebê vai crescendo e acaba sendo o mais esperto da turma da escolinha porque é muito incentivado pelo mais velho. Irmãnitora... É a irmã e monitora. E aí, o irmão mais novo vê o mais velho como modelo, e quer imitar tudo o que o outro faz... Irmãdelo, é a irmã e modelo, foi até difícil de entender essa fase, mas ok né. Então as idades começam a se "estabilizar", e passando por quase as mesmas coisas, dá pra trocar uma experiência, falar das paqueras e dos pais... Irmiga, é a irmã e amiga. E quando o mais velho tira carteira de motorista é uma festa, porque vai ter quem busque nas festinhas.... Irmãtorista, a irmã motorista; mesmo que odeie dirigir, tá com a mão no volante (o cabelo assanhado e o pijama por baixo do vestido) pra cima e pra baixo. Mas a adolescência vai chegando e o irmão mais velho fica dando conselhos e "se metendo na sua vida" o tempo todo, vira um chato.. É a irmãe.

É que, nós, mais velhos, já crescemos pra cuidar, ajudar, ensinar, corrigir. Aprendemos a ser assim. A gente é um pouco de tudo e muito desse amor fraterno que não tem condições, limites nem fim. E de tudo que somos, em diferentes fases da vida, tem uma coisa que nunca podemos deixar de ser: irmãos. Digo isso todos os dias para minha irfilha (essa é a nossa fase atual, eu sou a irmãe): Carol, nós somos irmãs. Você pode ter outras ajudas, outros modelos, caronas, amigas e tem nossa mãe maravilhosa, mas irmã, queridinha: SÓ EU. E nada pode tirar isso de nós. Dia qualquer eu escrevendo isso, e você continua sendo irritada e irritante, mas eu te amo mesmo assim. E claro, você tem a melhor irmã do mundo (isso é de praxe). Eu amo você e amo ser sua irmã (já que não posso ser minha própria irmã).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design