Você está no controle


Hoje começo fazendo questionamentos: quem você acha que tem o controle da sua vida? Quem comanda suas ações, pensamentos e atitudes? Quem determina o que você fará diante das situações do seu dia?

Se a resposta de todas estas perguntas foi diferente de você mesmo, pense que pode haver algo de errado. O que você sente e como reage está sempre com você. Ninguém tem responsabilidade sob as suas ações e problemas. Você é o senhor dos seus pensamentos e atitudes. Não existe o "eu tive que fazer isso", e sim, "eu escolhi fazer isso". Mesmo uma ação mal pensada ou mesmo não pensada, a responsabilidade nunca recai sobre o outro, e sim, sobre nós mesmos.

Em outras palavras, o que nos determina são eventos externos e internos, no entanto, a forma de processar e reagir a tais eventos é inteiramente interna. Nossa vida se traduz a três elementos, os quais são pensamento, emoção e comportamento. Dessa forma, podemos deduzir nosso funcionamento à seguinte equação: um fato gera um pensamento, que por sua vez desperta um sentimento que nos leva a um determinado comportamento diante daquele fato.

É certo que os acontecimentos que nos cercam nas nossas vidas são incontroláveis por nós. Eu não posso determinar como meu chefe se comporta, nem resolver o problema financeiro de uma amiga ou um problema de saúde do meu pai, mas tenho total controle sobre aquilo que penso, sinto e faço diante disso.

Então, se eu me deparo com uma dessas situações e ela desperta em mim um pensamento que me faz sentir raiva, se não posso mudar o meu chefe carrancudo, devo transformar meu pensamento sobre aquele fato. E assim, a raiva, angústia e qualquer outro sentimento ruim se transforma em algo bom, e minhas ações, por consequência também.

Vamos ao exemplo prático: no meu ambiente de trabalho, meu chefe é grosso e nunca valoriza meu trabalho. Eu sempre penso "nunca faço um bom trabalho" ou "ele não gosta de mim", e isso me gera raiva e me deixa desanimada para trabalhar, o que baixa o meu rendimento. Por outro lado, diante do mesmo fato, eu penso "ele é assim com todo mundo, não só comigo", "ele não sabe valorizar meu trabalho, que eu sei que está bom", eu começo a ter outros sentimentos e agir de forma indiferente àquele comportamento, o que me faz dedicar melhor ao trabalho.

Então, repito as perguntas: quem você acha que tem o controle da sua vida? Quem comanda suas ações, pensamentos e atitudes? Quem determina o que você fará diante das situações do seu dia?

Agora, com uma visão diferente sobre isto, colocar em prática é um exercício diário, que nos levará a viver uma vida cada vez melhor, pois bons pensamentos nos levam a bons sentimentos e boas atitudes, e assim, teremos o verdadeiro controle da nossa  vida, e uma vida boa, mesmo diante de fatos desagradáveis, pois o que existe dentro de nós está em sintonia com a felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários sujeitos a moderação.
Será excluído qualquer comentário que declare preconceito ou que seja ofensivo e pejorativo.

CF/88: Art. 5°, IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;

Camille Reis. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design